quinta-feira, 23 de maio de 2019

HMPM: Os Invasores

OS HERÓIS MAIS PODEROSOS DA MARVEL: OS INVASORES
Digitalização e Tratamento: Outsider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE EM MEGA ou GOOGLE DRIVE

A data "oficial" do início do Universo Marvel é geralmente considerada como sendo o lançamento de Fantastic Four 1, em novembro de 1961. Mas você já deve ter visto histórias do Capitão América e do Tocha Humana original e que havia todo um legado de heróis publicados pelas predecessoras da Marvel, Timely e Atlas, que, mais tarde, seriam incorporados ao novo Universo Marvel. A razão para isso é bastante simples - muitos dos artistas da Marvel, como Stan Lee e Jack Kirby, eram grandes admiradores de heróis antigos. 

O futuro editor-chefe, Roy Thomas, em particular, era um enorme fã desses personagens dos anos 1940 e 1950, tendo lido sobre suas aventuras durante sua infância. Ele tinha uma verdadeira aptidão para recolocar brilhantemente os velhos heróis da era pré-Marvel, incorporando-os ao sempre crescente Universo Marvel. 

Por exemplo, a conclusão do épico Guerra Kree-Skrull mostrou Rick Jones usando a chamada Força Destino para convocar temporariamente um grupo de heróis da Era de Ouro, enquanto outra de suas criações - o sintozóide Visão - fora parcialmente inspirado pelo heróis do mesmo nome dos anos 1940. 

Durante seu período escrevendo The Avengers, Roy Thomas introduziu o grupo da Segunda Guerra Mundial, os Invasores, numa série de flashbacks. Formada por Capitão América, Tocha Humana, Namor e seus parceiros, esta equipe da qual nunca se ouvira falar antes foi revelada como sendo crucial para derrotar os planos de supervilões nazistas.  Os leitores ficaram intrigados com esse grupo esquecido e, em 1975, a Marvel lançou Giant-Size Invaders 1, rapidamente seguida por uma série mensal. 

Você pode ver claramente que Roy Thomas deve ter se divertido muito escrevendo essas edições. Sua paixão pelos personagens e seu prazer em ter de criar histórias passadas durante a Segunda Guerra Mundial são nítidos. Essas histórias espetaculares capturam toda a sensação dos velhos quadrinhos que as inspiraram. 

Do terror teutônico de novos inimigos como o Grande Mestre até a ressurreição de velhos clássicos como o Caveira Vermelha, Thomas faz o grupo enfrentar toda uma abundância de supervilões inspirados no Eixo em contos mais empolgantes ainda. Seu amor pela Era de Ouro atinge seu apogeu no crossover com Marvel Premiere apresentando praticamente todos os heróis do tempo da Timely que ainda não tinham aparecido nos Invasores!

Mas não são apenas personagens que ecoam da Era de Ouro. A arte energética e extravagante chega até nós numa cortesia de Frank Robbins, um desenhista que começou sua profissão ainda nos anos 1940. É justo dizer que o traço de Robbins geralmente costuma dividir os fãs dos quadrinhos, mas, pessoalmente, não acho que Roy Thomas encontraria um ilustrador melhor para The Invaders.

Embora seu estilo fosse bastante diferente de outros desenhistas de estilo mais realista, tais como John Romita, Jr ou Gil Kane, o modo frenético e quase elástico com que ele desenhava as figuras tornava cada quadrinho muito mais dinâmico. As suas diagramações das páginas também são a obra de um mestre, demonstrando um domínio na sua composição que deixa muitos artistas modernos envergonhados. (Texto de Ed Hammond).





Nenhum comentário: