quinta-feira, 30 de maio de 2019

LDHDA: Superman de Gil Kane - Vol. 01

SUPERMAN - LENDAS DO HOMEM DE AÇO - GIL KANE - VOL. 01 de 02
Digitalização e Tratamento: Outsider Z/HORDA Collections

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou GOOGLE DRIVE

Imigrante vindo da Letônia para Nova York com sua família aos quatro anos de idade, Eli Katz (seu nome de batismo) começou a trabalhar com quadrinhos como assistente aos dezesseis anos, passando depois a desenhista na Archie Comics e trabalhando em diversos estúdios - entre eles a Timely Comics, futura Marvel - até se alistar no exército para a Segunda Guerra Mundial.

No fim dos anos 1950, começou a trabalhar como colaborador da DC Comics, onde desenhou diversos títulos durante a Era de Prata, como o Lanterna Verde, Átomo, Detective Comics, Action Comics e Turma Titã. Kane participou ativamente da construção da mitologia dos Lanternas Verdes, sendo responsável pelo visual de vários personagens que persistem até hoje. 

Gil Kane também foi responsável pela co-criação do personagem Punho de Ferro, juntamente com Roy Thomas, para a Marvel, em 1974. 

Uma curiosidade: Se John Broome participou indiretamente de Crise de Identidade tendo criado Ralph Dibny, Gil Kane não ficou de fora: ele é o responsável pela criação do visual de Jean Loring. Depois de ter trabalhado em diversas editoras e deixado seu nome para sempre no panteão dos grandes artistas, Gil Kane faleceu em 2000. 





quarta-feira, 29 de maio de 2019

Dr. Slump - Vol. 07

DR. SLUMP - VOLUME 07
Digitalização: Renato PLT - Tratamento: Outsider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou GOOGLE DRIVE

Akira Toriyama gosta de ir recheando seus mangás com cada vez mais novos personagens que vão aparecendo aos borbotões. Em Dr. Slump não é diferente. Depois do diabinho Chivil, ele nos apresenta a irmãzinha do mesmo, uma bruxinha chamada Morasu, que chega chegando e metralhando tudo. Todos os seus personagens são assim, despirocados. 

Na historieta seginte temos um belo conto de fadas onde Senbe, Arale e sua turma vão a procura do papel higiênico perdido. Em seguida, Senbe promete a Arale e Gatchan levá-los ao parque de diversões. porém, a professorinha o convida para sair no mesmo dia. Sem saber o que fazer resolve criar uma máquina copiadora. 

O relato que vem a seguir é sobre um expert em esgotos que encontra em Arale e Gatchan os rivais perfeitos no que diz respeito a... cocô. Logo depois, achando que a professorinha pode não querê-lo por ser muito velho, ele cria um modo de ficar mais jovem. Daí, fica jovem demais, mas, esse erro acaba fazendo com que ele realize seu maior sonho desde o início do mangá. 

Alienígenas de outro planeta vêm a Terra, com robôs gigantes e acabam enfrentando logo, claro, Arale. E temos ainda Arale no tempo das cavernas e muito mais!






terça-feira, 28 de maio de 2019

HMPM: Excalibur

OS HERÓIS MAIS PODEROSOS DA MARVEL: EXCALIBUR
Digitalização e Tratamento: Outsider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou GOOGLE DRIVE

A Queda dos Mutantes foi o maior evento dos quadrinhos de 1988. Suas consequências cataclísmicas mudaram várias X-equipes para sempre. As vidas de Kitty Pride e Noturno, em especial, foram colocadas de cabeça para baixo quando eles testemunharam o aparente extermínio de seus colegas. 

Acreditando serem os únicos sobreviventes dos X-Men, ambos se mudaram para a Ilha Muir - uma instalação de pesquisa na costa noroeste da Escócia sob o comando da dra. Moira McTaggart, uma antiga amiga do Professor X. Então, o cenário ficou pronto para que o roteirista Chris Claremont e o incrivelmente talentoso Alan Davis apresentassem uma nova equipe ao Universo Marvel: Excalibur! 

O Excalibur fez sua estreia em Excalibur Special Edition 1, em 1988. Kitty e Noturno se uniram à mutante sobrevivente Rachel Grey - a filha de Jean Grey perdida fora do tempo e atual detentora da Força Fênix - ao lado de outra criação famosíssima de Claremont, Brian Braddock, o Capitão Bretanha. 

Desde sua estreia em 1976, o Capitão B viveu uma jornada incrível. Na época, uma nova camada de intriga e aventura foi acrescentada à sua mitologia, graças ao incrível trabalho de Alan Moore e Alan Davis. Publicadas pela Marvel UK, as histórias estabeleceram a existência da Tropa dos Capitães Bretanha, uma agência mística multidimensional composta por diferentes iterações do Capitão Bretanha espalhadas pelo multiverso. Sob a orientação de Merlin e sua filha Roma, sua missão era manter todas as realidades a salvo. Ele também apresentou o amor da vida de Brian, a mutante transmorfa Meggan. 

Brian já tinha uma relação com os X-Men através de sua irmã Betsy, mais conhecida  como a X-Man Psylocke, logo, sua inclusão, bem como a de Meggan, em uma equipe mutante, não era sem precedente. Porém, os efeitos de suas extravagâncias multidimensionais deram um novo sabor às aventuras do Excalibur, bem como a ambientação britânica.

As histórias eram muito diferentes do que qualquer X-quadrinhos existente. Davis e Claremont, um anglófilo confesso, se refastelava no caráter britânico inerente no livro. Das lendas arturianas a Alice no País das Maravilhas, as influências são evidentes e misturam várias metáforas literárias britânicas com a missão ddos X-Men de cooperação mutante-humana. 

O trabalho de Davis e Claremont formou as bases para uma série  que se manteria como um componente sólido no Universo Marvel por quase dez anos. Apesar da última edição da série ter sido publicada em 1998, seu legado segue vivo com uma série de sucessores como Novo Excalibur e Capitão Bretanha e o MI:13. Não há dúvidas de que, assim como a poderosa espadaa da lenda, o Excalibur será para sempre reverenciado nos anais da história da Marvel. 

Texto de Ed Hammond






domingo, 26 de maio de 2019

Hellboy - Volume 08

HELLBOY - VOLUME 08 - A NOIVA DO DEMÔNIO
Digitalização e Tratamento: Outsider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE GOOGLE DRIVE ou MEGA

Primeiramente, um aviso importante, este volume não traz a sequência do volume 7, Caçada Selvagem. A sequência e fechamento será no volume 9. Esta é uma edição com histórias que se passam antes e que não tem obrigatoriamente nenhum vínculo cronológico. Podem ser lidas sem precisar estar acompanhando a série. 

Só agora me dei conta que volta Hellboy ao blog perto do lançamento de um novo filme do personagem, com outro ator no papel, o xerife de Stranger Things. É um reboot, e que parece que não está agradando muito à crítica. Mas, nos quadrinhos, Hellboy não decepciona. 

Logo de cara temos Hellboy se unindo a luchadores do México, para combater todo tipo de monstros, incluindo um morcegão vampiro. Ou algo assim. Em seguida temos uma sessão dupla de "cinema' onde ele encontra um homem que assassina pessoas a pedido da casa onde mora e na outra "fita" lida com um funcionário de um museu que cisma ser um faraó. 

Já a história que dá título ao volume é sobre uma moça que está para ser sacrificada a um demônio. Hellboy precisa salvá-la, porém, ao contrar o tal demônio, percebe que as coisas não são tão simples como parecem. Todas essas histórias são desenhadas por Richard Corben, cujo traço tem tudo a ver com o clima de Hellboy. 

Scott Hampton ilustra uma história sobre uma menina fantasma e sua irmã vampira, presas com seu pai em uma maldição que apenas Hellboy pode quebrar. Já Kevin Nowlan pincela um conto sobre abdução alienígena, vacas, sonda anal e, claro, Hellboy. 

Mike Mignola retorna brevemente ao lápis em uma história curta, escrita e ilustrada para um importante jornal dos EUA. E ele não perdeu o jeito para a coisa. 





sexta-feira, 24 de maio de 2019

Comics Star Wars - Vol. 07

COLEÇÃO COMICS STAR WARS - VOLUME 07 - CLÁSSICOS 07
Digitalização e Tratamento: Outsider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou GOOGLE DRIVE

A Aliança Rebelde continua lutando contra o Império a partir da nova base secreta em Arbra. Agora podem contar nos seus ataques com os TIE Fighters reconstruídos que compraram de Ferret. Na ausência de Han Solo, ainda desaparecido, Luke Skywalker se tornou o melhor piloto do esquadrão rebelde. 

Com ele voa a tenente Shira Brie, extraordinária guerreira disposta a encontrar seu lugar na Aliança... e talvez no coração de Luke. No entanto, a guerra está repleta de desagradáveis surpresas e o jovem Skywalker descobre que a traição e a rejeição por parte daqueles em que confia pode ser pior do que qualquer ataque de Darth Vader.

David Michelinie continua nos roteiros, dando o tom para as aventuras de Luke, Leia, Lando e Chewbacca. Nas ilustrações temos o excelente Walt Simonson juntamente com Joe Brozowski. 

Também temos o segundo anual de Star Wars, com roteiro também de Michelinie e com o retorno de Carmine Infantino. Uma aventuraa sobre a busca pelo desaparecido Han Solo, que leva Luke a saber mais sobre o amigo. 





A Noite dos Mortos Vivos

A NOITE DOS MORTOS VIVOS - ISTIN/BONETTI
Tradução e Letras: A Man Without a Name/HORDA Zombies

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou GOOGLE DRIVE

O tema mortos-vivos já foi muito explorado pelos americanos, com todos os seus filmes, séries e quadrinhos sobre o tema, quase que exaurindo-o. No entanto, temos nesta publicação de três volumes o tema sendo abordado por quadrinhistas  europeus: Jean-Luc Istin e Elia Bonetti. 

Apesar de a abordagem parecer inicialmente a mesma daquelas que estamos acostumados a ver, logo se nota, ao longo da história, que temos aí não apenas um quadrinho sobre zumbis, mas, também, sobre conflitos familiares. 

Lizbeth tem problemas com suas memórias e está em uma psiquiatra que decide hipnotizá-la para tentar chegar a fundo em seus traumas de infância. Porém, isso logo se torna irrelevante quando Lisbeth vê que o mundo está tomado por zumbis. 

Ela é surpreendida pelo acontecimento quando foi acampar com o irmão, deixando marido e os dois filhos na cidade. Assim, Lizbeth se encontra separada por quilômetros deles. Ela e o irmão são atacados pelos mortos-vivos e fogem, se refugiando em um grande hotel, junto com outras pessoas que encontram pelo caminho. Mas, mesmo no hotel, tudo parece apenas piorar. 

Enquanto isso, seu marido com os dois filhos, se arriscam para chegar até Lizbeth, mesmo sabendo que ela está muito longe. Nesse meio tempo, a hipnose de Lizbeth começa a fazer efeito, e ela começa a ter flashbacks que trazem memórias que ela nunca acreditaria serem reais... se ela não as estivesse revivendo naquele exato momento. 







LDUDC: Novos Titãs - Vol. 03

LENDAS DO UNIVERSO DC: NOVOS TITÃS 
GEORGE PÉREZ - VOLUME 03
Digitalização: Outsider Z/
HORDA Scans

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou GOOGLE DRIVE

Na primeira tentativa de lançar encadernados de Novos Titãs, há muitos milênios atrás, chegaram apenas a dois volumes. Este é o terceiro desta nova empreitada, ultrapassando assim o recorde anterior. Nas bancas já temos o quinto volume à venda e espero que não pare neste. 

Neste volume aqui, os Titãs se encontram com o Homem-Máquina e precisam ajudá-lo a desvendar o que aconteceu com a Patrulha do Destino. É curioso esse encontro ao sabermos que tanto os Titãs, quanto a Patrulha do Destino ganharam séries em live action recentemente. 

Mais adiante temos algumas histórias de amor trágicas. Primeiramente temos Koriander, a Estelar, que se apaixona por um rapaz, sem saber o que a espera realmente. Depois ficamos conhecendo uma moça chamada Mazelle, a qual um herói de origem soviética precisa encontrar e neutralizar, mas que os Titãs não vão deixar que aconteça do modo que ele planeja. E, por fim, uma história de possessão demoníaca. 





quinta-feira, 23 de maio de 2019

HMPM: Os Invasores

OS HERÓIS MAIS PODEROSOS DA MARVEL: OS INVASORES
Digitalização e Tratamento: Outsider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE EM MEGA ou GOOGLE DRIVE

A data "oficial" do início do Universo Marvel é geralmente considerada como sendo o lançamento de Fantastic Four 1, em novembro de 1961. Mas você já deve ter visto histórias do Capitão América e do Tocha Humana original e que havia todo um legado de heróis publicados pelas predecessoras da Marvel, Timely e Atlas, que, mais tarde, seriam incorporados ao novo Universo Marvel. A razão para isso é bastante simples - muitos dos artistas da Marvel, como Stan Lee e Jack Kirby, eram grandes admiradores de heróis antigos. 

O futuro editor-chefe, Roy Thomas, em particular, era um enorme fã desses personagens dos anos 1940 e 1950, tendo lido sobre suas aventuras durante sua infância. Ele tinha uma verdadeira aptidão para recolocar brilhantemente os velhos heróis da era pré-Marvel, incorporando-os ao sempre crescente Universo Marvel. 

Por exemplo, a conclusão do épico Guerra Kree-Skrull mostrou Rick Jones usando a chamada Força Destino para convocar temporariamente um grupo de heróis da Era de Ouro, enquanto outra de suas criações - o sintozóide Visão - fora parcialmente inspirado pelo heróis do mesmo nome dos anos 1940. 

Durante seu período escrevendo The Avengers, Roy Thomas introduziu o grupo da Segunda Guerra Mundial, os Invasores, numa série de flashbacks. Formada por Capitão América, Tocha Humana, Namor e seus parceiros, esta equipe da qual nunca se ouvira falar antes foi revelada como sendo crucial para derrotar os planos de supervilões nazistas.  Os leitores ficaram intrigados com esse grupo esquecido e, em 1975, a Marvel lançou Giant-Size Invaders 1, rapidamente seguida por uma série mensal. 

Você pode ver claramente que Roy Thomas deve ter se divertido muito escrevendo essas edições. Sua paixão pelos personagens e seu prazer em ter de criar histórias passadas durante a Segunda Guerra Mundial são nítidos. Essas histórias espetaculares capturam toda a sensação dos velhos quadrinhos que as inspiraram. 

Do terror teutônico de novos inimigos como o Grande Mestre até a ressurreição de velhos clássicos como o Caveira Vermelha, Thomas faz o grupo enfrentar toda uma abundância de supervilões inspirados no Eixo em contos mais empolgantes ainda. Seu amor pela Era de Ouro atinge seu apogeu no crossover com Marvel Premiere apresentando praticamente todos os heróis do tempo da Timely que ainda não tinham aparecido nos Invasores!

Mas não são apenas personagens que ecoam da Era de Ouro. A arte energética e extravagante chega até nós numa cortesia de Frank Robbins, um desenhista que começou sua profissão ainda nos anos 1940. É justo dizer que o traço de Robbins geralmente costuma dividir os fãs dos quadrinhos, mas, pessoalmente, não acho que Roy Thomas encontraria um ilustrador melhor para The Invaders.

Embora seu estilo fosse bastante diferente de outros desenhistas de estilo mais realista, tais como John Romita, Jr ou Gil Kane, o modo frenético e quase elástico com que ele desenhava as figuras tornava cada quadrinho muito mais dinâmico. As suas diagramações das páginas também são a obra de um mestre, demonstrando um domínio na sua composição que deixa muitos artistas modernos envergonhados. (Texto de Ed Hammond).





segunda-feira, 20 de maio de 2019

LDUDC: Lanterna e Arqueiro Verde - Vol. 03

LENDAS DO UNIVERSO DC: LANTERNA VERDE E ARQUEIRO VERDE 
 DENNIS O'NEIL E NEAL ADAMS - VOLUME 03 de 03 
 Digitalização e Tratamento: Outsider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou GOOGLE DRIVE

E este é o último volume das aventuras do Lanterna Verde e Arqueiro Verde pelas mãos de Dennis O'Neil e Neal Adams. Temos a conclusão daa história de Ricardito e seu envolvimento com as drogas e, também neste volume, temos a origem do Lanterna Verde John Stewart. 

John Stewart é escolhido como um substituto de Hal Jordan quando Guy Gardner sofre um acidente. Nada mais natural que Dennis O'Neil, nesta fase em que aborda tantas questões, inclusive raciais, escolhesse agora um negro como Lanterna Verde. 

John Stewart e Hal Jordan logo entram em conflito, mas, como foi escolhido pelos Guardiões, Jordan é obrigado a aceitar tal escolha e precisa treinar o novo herói. Para primeira missão, nada poderia ser mais desastroso para Stewart: proteger um político racista. 

Com esses três volumes temos essa fase incrível do Lanterna Verde e de suas aventuras ao lado do amigo Arqueiro Verde, com esse bônus da primeira aparição de John Stewart.





HMPM: Os Três Guerreiros

OS HERÓIS MAIS PODEROSOS DA MARVEL - OS TRÊS GUERREIROS
Digitalização e Tratamento: Outsider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou GOOGLE DRIVE

As lendas nórdicas oferecem um rico mosaico para qualquer contador de histórias buscar inspiração. Juntamente com Thor, quase todos os lendários deuses e semideuses nórdicos tem um equivalente no Universo Marvel. E, assim como o filho de Odin, todos possuem poderes incríveis que vão muito além da compreensão dos humanos comuns. 

Nas páginas de The Mighty Thor (O Poderoso Thor), Stan Lee e Jack Kirby adaptaram esses antigos contos em uma narrativa eletrizante. Mas havia três usurpadores que apareciam nessas histórias, cujas origens asgardianas eram obra única e exclusiva de Stan Lee e Jack Kirby - Volstagg, o Volumoso, o Galante Fandral e Hogun, o Severo. Mais conhecidos como os Três Guerreiros. 

Eles, sem dúvida, são personagens grandiosos (em particular Volstagg...), e é justo dizer que muitas  das aventuras dos Três Guerreiros são mais leves do que o cardápio normal da Marvel, com muita comédia burlesca e, também, ação e violência. 

Nossa primeira história, Um Dia de Cão, de Bill Willingham e Neil Edwards, é um exemplo perfeito disso. Nos seus quadrinhos, os heróis tentam conter o temido lobo Fenris, uma fera da lenda nórdica envolvida nas maquinações de dominação global do grupo superterrorista chamado I.M.A. 

A seguir temos uma série de contos clássicos da revista Marvel Fanfarre, do desenhista especializado em fantasia, Charles Vess. Essa história pouco ortodoxa, em quatro partes, é uma mistura maraavilhosa de paródia e conto de fadas, belamente ilustrada, e com uma forte dose de comédia shakespeariana para compor o cenário. 

A trama é simplesmente ridícula e é a típica situação em que os Três Guerreiros poderiam se meter. E, como aparentemente de praxe nesse tipo de situação, envolve bodes. Qual é o lance dos asgardianos com bodes...?

Apesar do seu jeito um tanto quanto cômico, a coragem deles é inquestionável. Desde a sua primeira aparição em Journey Into Mystery 119, esse trio de heróis alegres e despreocupados há tempos oferece um contraste muito bem-vindo às aventuras de Thor. 

Eles são seus amigos leais, dispostos a partir em auxílio do filho de Odin sempre que ele os convoca. Das ruas da cidade de Nova York até as planícies de Muspellheim, seus nomes se tornaram lendas. (Texto de Ed Hammond).