sábado, 20 de abril de 2019

CMS: Origens 1970

COLEÇÃO MARVEL SALVAT: ORIGENS 1970
Digitalização e Tratamento: Outsider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou GOOGLE DRIVE

O gigantesco sucesso da Marvel nos anos 1960 veio em parte da sua habilidade intimidante de ir contra a tendência do que estava no mercado na época. Ela contrariava as expectativas, revolucionando como super-heróis de quadrinhos deviam se comportar.  Todos os clichês costumeiros eram deixados de lado para criar personagens realmente novos, com personalidades verossímeis com as quais o leitor podia se identificar. 

Quando o Universo Marvel entrou na segunda década, a redação começou a olhar para fora do mundo dos quadrinhos, para outras áreas da cultura popular em busca de inspiração. Conforme essa tendência se desenvolveu, a Marvel tentou criar um personagem que pegasse a essência de uma ideia já estabelecida e promovesse uma reviravolta típica da companhia.

Nossos primeiros heróis apresentados neste volume - Warlock, Luke Cage, Motoqueiro Fantasma e Punho de Ferro - deven suas origens a tendências da cultura pop que iam de óperas rock aos filmes de blaxploitation

No entanto, as interpretações da Marvel da cultura popularnunca eram derivativas. Elas pegavam o cerne destes clichês e o desenvolvia, pensando em variações novíssimas que revigoravam os personagens e cativavam os leitores. É uma prova de quão bem-concebidos eram esses heróis é o fato de que, mesmo agora, muito tempo depois das modas que os inspiraram terem acabado, eles ainda sejam populares como sempre. 

Em seguida, temos um dos heróis mais famosos da Marvel, Wolverine, fazendo sua estreia lutando tanto contra o Incrível Hulk quanto contra o Wendigo. Aqui vemos Logan (embora, nesse ponto, seu nome real e histórico torturado ainda fossem desconhecidos) no estado mais feroz, fazendo jus ao seu codinome, enfrentando sem medo um par de criaturas monstruosas com mais que o dobro do seu tamanho. 

Damos sequência com Nova, um personagem cuja inspiração na verdade repousa em outro herói: O Homem-Aranha. Tenho certeza de que vocês não vão se surpreender em ouvir que Len Wein e Marv Wolfman sempre pensaram na sentinela espacial como uma homenagem a Peter Parkes e suas raízes humildes da classe trabalhadora, mas com um toque de ficção-científica. 

Então, damos um rápido passeio do outro lado do oceano para conferiro herói criado pela Marvel UK, Capitão Britânia, em sua primeira aparição na Captain Britain Weekly. O herói era um experimento audaz que poderia facilmente ter percebido como um Capitão América de seguinda linha. No entanto, suas origens quase místicas e arturianas lhe deram um jeito britânico, que ressonou com o movimento New Age que se popularizava na época. 

Por fim, terminamos com uma dose dupla de girl power, cortesia da Mulher-Aranha e da selvagem Mulher-Hulk. Embora derivada de outros heróis - e criadas em parte para garantir copyrights -, elas não poderiam ser diferentes. Mesmo em suas primeiras aparições, era fácil ver que cada uma tinha uma história distinta a ser contada, e bem diferente de suas versões masculinas. De novo, é uma prova da criatividade da redação da editora que ambas estão ativas em papéis tão vitais no Universo Marvel. (Texto de Marco M. Lupoi). 





Nenhum comentário: