domingo, 20 de janeiro de 2019

Demolidor de Bendis e Maleev- Vol. 02

DEMOLIDOR: BRIAN MICHAEL BENDIS/ALEX MALEEV - VOL. 02
Digitalização, Tratamento e Páginas Duplas:
Out, The Sider Z/HORDA Inc.


PARA BAIXAR VÁ EM MEGA ou MEDIAFIRE

E ele está de volta, o Demolidor de Bendis e Maleev, que teve sua identidade secreta revelada, desta vez não apenas para o Rei, mas, para o mundo todo, através de um jornal que conseguiu a informação de um agente do FBI, e transformou a vida de Matthew Murdock em um inferno.

Ainda envolvido com o processo contra o jornal que o dedudou, Murdock precisa lidar com os perigos que rondam sua identidade secreta. Muitos vilões podem querer atacá-lo e aqueles a quem ele ama. É neste contexto que aparece em sua vida um novo amor, Milla Donovan que, assim como Murdock, é cega.

Milla, mesmo sem sentidos apurados, logo entende que Murdock realmente é o Demolidor, principalmente porque o mesmo a salvara de ser atropelada. Agora os dois precisam enfrentar juntos o que há d vir pela frente.

Primeiro, temos o Rei do Crime, que está de volta, tentando juntar os pedaços de seu reino fragmentado. Para isso, usa as habilidade de Mary Tifóide e do nosso velho conhecido Mercenário. Porém, nada será fácil para o Demolidor, que ainda terá que enfrentar a Yakuza. 




sábado, 19 de janeiro de 2019

Evil Dead/Army of Darkness

EVIL DEAD - A MORTE DO DEMÔNIO
Tradução e Letras: Brisco County, Jr./Rock'nComics


PARA BAIXAR, CLIQUE MEDIAFIRE

Lembro de estar sentado na calçada da casa de um amigo, conversando com ele sobre filmes. Nenhum dos dois tinha video-cassete ainda. Ele me perguntava se eu tinha ouvido falar de um filme chamado Uma Noite Alucinante. Eu disse que não. Ele passou a relatar mais oumenos sobre o que era o filme, que soube em algum lugar sobre o mesmo. falava como o filme foi feito com pouco dinheiro e tal. Mas, as histórias ali estavam se misturando. Já era 1987 e Uma Noite Alucinante já era a continuação/remake de Evil Dead - A Morte do Demônio, este tendo sido realmente feito com pouco dinheiro e elevando Sam Raimi ao status de cult. 

Acabei por assistir primeiro Uma Noite Alucinante e, muito tempo depois, Evil Dead - A Morte do Demônio e, por fim, mais alguns anos depois, Army of Darkness, completando assim a trilogia. 

Enquanto o primeiro filme era puro terror, o remake que, apesar de ter o título original de Evil Dead II, era, na verdade, um remake, e o terror era contrabalançado com humor negro. Algumas cenas, por conta disso, se tornaram clássicas, como por exemplo, Ash lutando contra a própria mão possuída. 

A adaptação aqui, com certeza é baseada na primeira versão. Mark Verheiden adapta o roteiro e John Bolton ilustra. A adaptação de Verheiden tem a vantagem de mostrar mais do que aconteceu e de tentar dar uma dimensão maior aos personagens. Porém, sinto a obrigação de dizer que Verheiden se sentiu meio ambicioso demais e deu um final diferente à história de Raimi e, fazendo isso, cagou no pau, por assim dizer. Mas, essa é a minha opinião, não sei se será a de todos. 

Aproveito e reposto Army of Darkness que foi John Bolton, além de ilustrar, também roteirizou, procurando não inventar asneiras como Verheiden fez. Os scans foram feitos para o fórum FARRA.

ARMY OF DARKNESS - SAM RAIMI/JOHN BOLTON
Tradução e Letras: McBenzi/F.A.R.R.A.


PARA BAIXAR, CLIQUE MEDIAFIRE




Incógnito

INCÓGNITO - ED BRUBAKER/SEAN PHILLIPS
Tradução e Letras: Jevoux, Maltese e Glaurion/SóQuadrinhos



PARA BAIXAR, CLIQUE MEDIAFIRE

Um dos maiores desafios no mundo dos quadrinhos talvez seja criar algo original dentro de um tema tão batido quanto super-heróis. Fazer com que ao lermos a HQ pensemos, "porra, isso é interessante!" e, assim como fazemos com uma série da Netflix - que nem sempre são tão boas assim - não consigamos parar até terminar.  

Zack é um arquivista, um cara comum, que nem mesmo é notado no escritório. Porém, há bem mais sobre Zack que ninguém mais ali sabe. Ele está no Programa de Proteção a Testemunha, depois de ter ajudado a colocar seu chefe na cadeia. Seu chefe é um supervilão e Zack também já foi um, juntamente com seu irmão gêmeo. 

Vivendo sob o efeito de drogas que o mantém sem poderes, Zack começa a sentir falta da vida que levava antes. Mas, sabe que um passo fora das regras e pode acaba onde seu antigo chefe está. Para o mundo Zack Overkill está morto. 

Certo dia, ao usar uma droga que faria com que os baseados que ele consome nas folgas do trabalho não aparecessem na urina, faz com ques poderes de superforça retornem. É quando ele decide recolocar a máscara e... fazer o que todo vilão faria? Não. Zack só quer provar que ainda está vivo, mas sem perder sua liberdade. 

Porém, essas escapadas durante a noite dão início a uma derrocada à qual Zack Overkill não estava preparado para enfrentar. Caçado pelos mocinhos e pelos bandidos, ele agora precisa sobreviver à sua p´ropria decisão. Mas, mal sabe Zack que muita coisa ainda está para ser revelada sobre quem ele realmente é. 




sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

CMS: Nick Fury - Vol. 02 de 02

COLEÇÃO MARVEL SALVAT: NICK FURY - 
AGENTE DA S.H.I.E.L.D. - VOLUME 02 de 02 
Digitalização e Tratamento: Out, Sider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEDIAFIRE

"Ainda que tenha revolucionado o modo de desenhar quadrinhos, quando assumiu controle total sobre as aventuras de Nick Fury, Steranko tinha uma só meta: entreter. Acontece que, para fazer isso do jeito que queria, ele precisava quebrar algumas regras.

Steranko nunca frequentou uma escola de arte ou faculdade, nem teve qualquer treinamento formal como desenhista ou designer gráfico. Foi totalmente autodidata. Quando criança, praticava sua arte por horas, redesenhando quadrinhos para aprender o básico sobre perspectiva e finalização. 

Estudava minuciosamente qualquer revista que lhe chegava às mãos, descobrindo segredos de composição e design. Quanto à narrativa gráfica, a telona lhe ofereceu todos os segredos sobre trama, personagens desenvolvimento e narrativa que ele precisava saber. Com Nick Fury, essas influências se uniram para criar algo jamais visto em uma revista em quadrinhos de banca.

Mas essas não foram suas únicas influências. Steranko foi um verdadeiro renascentista, com grande variedade de interesses e pesquisas, todos inseridas nas histórias que criou. Suas experiências como escapista estavam evidentes em todas as ilusões e mesmerismo que desenhava. Uma de suas muitas ocupações - vocalista de uma banda de rock'n roll - parece ter ajudado a moldar o ritmo de sua narrativa gráfica e a poesia natural dos diálogos.

Aqui, neste segundo volume das histórias de Nick Fury por Steranko, vemos esse novo tipo de grafismo alcançar seu zênite. Com as vendas em alta, Fury ganhou uma série própria. Tendo gloriosas 21 páginas para brincar em cada edição, não havia limites para o que o criador e seu estilo Zap Art (um termo cunhado por ele mesmo para descrever a mistura entre o método estabelecido pela Marvel e a sensibilidade da pop art) poderiam fazer. 

Não importa o que Steranko faça, parece que sua motivação é evoluir, inovar e melhorar o que existia antes. É sempre uma relação progressiva, nunca uma volta ao passado. Afinal, nas palavras do próprio, 'amanhã é onde passaremos o resto de nossas vidas!'"




A God in Somewhere

UM DEUS EM ALGUM LUGAR - ARCUDI/SNEJBJERG
Tradução e Letras: Midori e Carfrangs/
Quadrinhos Inglórios/Os Invisíveis-SQ

PARA BAIXAR,CLIQUE EM MEDIAFIRE

Eu tenho quatro pastas com material baixados dos vários sites e blogs de quadrinhos que conheço. Centenas de títulos esperando que eu pare para lê-los e ver se vale a pena postar aqui no blog. Ficam lá, esperando que eu tenha um tempo entre fazer scans e cuidar da vida. Daí que acontece de eu ter algumas pérolas guardadas que só descubro nessas horas de leitura. Um Deus em Algum Lugar é uma dessas. 

Hugh e Eric, dois irmãos brancos, salvam Sam, um negro, de uma surra que este levava, dada pelos habituais racistas que existem em todo lugar. Os três formam um vínculo de amizade que se torna muito forte durante os anos seguintes. Porém, Hugh percebe que seu irmão, Eric, parece ter em Sam um amigo muito mais íntimo do que o próprio irmão. 

Esses problemas são momentaneamente esquecidos quando uma explosão gigantesca destrói o prédio em que Eric mora. Assustados, Sam e Hugh correm para ver se Eric está bem. Em meio aos destroços e à morte de muitas pessoas, Eric está intacto. Porém, mais do que isso, quando indagado sobre o que aconteceu... ele sai voando. 

Certo de que ganhou seus poderes por parte de Deus, Eric se mostra estranhamente fanático com isso. Mesmo procurando fazer o bem, parece estar um pouco distante da realidade e trata até mesmo o presidente dos Estados Unidos com um certo desdém. Alguma coisa parece não estar muito bem com Eric. 

Temos também Alma, a jovem esposa de Hugh, por quem Sam é apaixonado antes mesmo de ela se casar com o irmão de sue amigo, e que é seu amigo, também. Ela se preocupa com a nova condição de Eric, mas sabe que seu marido sente ainda mais falta do irmão, que agora é algum tipo de super-herói. A vida desses quatro está para mudar radicalmente para sempre. 

Uma história sobre superpoderes ganhos de forma repentina, sem explicação e que podem causar um grande transtorno na cabeça de um homem comum, de qualquer homem comum. Será que são apenas grandes responsabilidades que vem com um grande poder?




quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

100 Balas - Vol. 11

100 BALAS - VOLUME 11 de 15
Digitalização e Tratamento: Out, The SiderZ/HORDA Inc. 

BAIXAR DO 01 ao 11, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

O jogo do poder continua e mais minutemen serão acordados ao ouvirem a famigerada palavra "croatoa". 

Jack, o lutador de rua, continua invicto e não quer entregar nenhuma luta, porém, as coisas estão ruins e talvez ele seja obrigado a rever seus conceitos sobre honestidade. Porém, sua próxima luta poder ser de vida ou morte. 

Mais uma das casas perde seu líder, e agora uma disputa interna pelo poder pode colocar tudo a perder e Augustus pode continuar a ganhar. Além disso, Megan, agora fragilizada, parece ser um ótimo alvo do poderoso chefão, porém, em outro sentido. 

Enquanto isso, uma dupla de irmãos, meliantes que trabalham como cobradores da máfgia local se veem em conflito um com outro por causa de... carne. Mas, por baixo dessa aparente simplicidade das coisas se ensconde algo muito mais complexo. 

Para fechar, mais uma mala é colocada na mão de uma pessoa e ela precisa decidir se vai ou não usar as 100 Balas.





Combo do Ceticismo

COMBO DO CETICISMO, RACIOCÍNIO E COMBATE À IGNORÂNCIA
Arquivos enviados por Muad'Dib e Out, The Sider Z/HORDA Books



PARA BAIXAR, CLIQUE MEDIAFIRE

Na minha humilde opinião, estes livros não são para mudar a cabeça de nenhum religioso, olavete, nandete ou bolsominion. Estas pessoas não vão comprar ou baixar livros desta natureza. Falando por experiência própria, creio que você só vai ler estes livros quando estiver no... clima. 

Como já contei em um outro post, foi assim que aconteceu comigo. Tanto que três desses livros já li e um quarto estou lendo. Afinal, eu já estava fora de religião há anos e queria saber mais sobre aquilo que eu sentia e achava ser descrença e que, na verdade, era apenas ceticismo. 

Especialmente recomendável é O Mundo Assombrado por Demônios, de Carl Sagan, pois... é Carl Sagan. Ele nos leva pelo mundo do ceticismo e nos explica de maneira fácil de entender muitas das coisas que são apenas superstições ou histórias mal contadas como, por exemplo, abduções alienígenas. Seguem as descrições de cada um:

DEUS, UM DELÍRIO - RICHAR DAWKINS:

Em Deus, um Delírio, ele concentra exclusivamente no assunto seu intelecto afiado e mostra como a religião alimenta a guerra, fomenta o fanatismo e doutrina as crianças. O objetivo principal deste texto mordaz é provocar: provocar os religiosos convictos, mas principalmente provocar os que são religiosos "por inércia", levando-os a pensar racionalmente e trocar sua "crença" pelo "orgulho ateu" e pela ciência.

A IMPOSTURA CIENTÍFICA EM DEZ LIÇÕES - MICHEL PRACONTAL:

Um manual da farsa científica, em dez lições. É assim que o autor trata da pseudociência, atraente e difundida na atualidade. Um alerta ou um "manual de uso" àqueles que pretendem se aperfeiçoar na prática do charlatanismo, quanto para alertar os incautos contra as práticas daqueles que, empunhando a bandeira da ciência, pretendem burlar os preceitos da racionalidade científica.

O MUNDO ASSOMBRADO PELOS DEMÔNIOS - CARL SAGAN:

Assombrado com as explicações pseudocientíficas e místicas que ocupam cada vez mais os espaços dos meios de comunicação, Carl Sagan reafirma o poder positivo e benéfico da ciência e da tecnologia para iluminar os dias de hoje e recuperar os valores da racionalidade.

POR QUE AS PESSOAS ACREDITAM EM COISAS ESTRANHAS - MICHAEL SHERMER:

Por que razão tantas pessoas acreditam na leitura da mente, na terapia de regressão a vidas passadas, em raptos extraterrestres e em fantasmas? Por que razão, nesta era de suposto esclarecimento científico, parecemos estar masi perigosamente confusos? Neste livro, o historiador de ciência Michael Shermer desmascara essas idéias e explora as razões humanas. O autor revela ainda o lado mais perigoso e assustador das crenças baseadas em desejos e não em fatos, incluindo a contestação do Holocausto, o movimento da memória recuperada, o afrocentrismo extremo e ideologias de superioridade racial.

DEUS NÃO É GRANDE: COMO A RELIGIÃO ENVENENA TUDO - CHRISTOPHER HITCHENS:

Deus não criou o homem à sua imagem, foi o contrário. A partir dessa afirmação o jornalista e escritor Christopher Hitchens ataca os alicerces de um dos mais importantes princípios da civilização ocidental: a religião. Questionador e de estilo incisivo, o autor põe em dúvida até o mais beato dos fiéis, mostra por que nenhuma religião oferece uma resposta satisfatória a vários questionamentos e por que a profusão de deuses e religiões tanto tem adiado o desenvolvimento da civilização.

CIÊNCIA E PSEUDOCIÊNCIA - RONALDO PILATI:

Você, ser racional, já se pegou acreditando em superstições ou qualquer coisa sem nenhuma evidência científica? Pois é, isso é muito mais comum do que se imagina, pois somos máquinas de crenças, que, antes de analisar criticamente, acreditamos ou desacreditamos de forma automática e só mais tarde procuramos raciocinar sobre a questão. E como combater essa tendência e não passar vexame espalhando fake news por aí? A resposta está neste livro do psicólogo e pesquisador Ronaldo Pilati: adquirir uma postura científica de compreensão do mundo. Nestes tempos de excesso de informações, muitas delas falsas, esta obra serve como um guia para se aprender como avaliar criticamente aquilo que se lê e que se ouve por aí sob o nome de “científico”. Esta obra fará você rever suas crenças. E sua vida.


quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

C.M.S.: Nick Fury - Vol. 01 de 02

COLEÇÃO MARVEL SALVAT: NICK FURY -
 AGENTE DA S.H.I.E.L.D. - VOLUME 01 de 02
Digitalização e Tratamento: Out, Sider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

"Pelo que você viu até o momento dos primórdios do Universo Marvel, já deve estar claro que a maioria dos títulos da editora tinha uma caracterização parecida. Isso se deve a um homem: Jack Kirby. A força e o drama que ele imprimia às páginas que desenhava eram de uma habilidade que poucos artistas são capazes. 

Para o editor-chefe Stan Lee, o estilo de Kirby serviu como modelo para toda a produção da Marvel, e muitos artistas se viram trabalhando em esboços de Kirby ou utilizando personagens criados pelo 'rei'. 

Contudo, em 1966, um novo artista chegou à Marvel Comics - alguém que revolucionária o visual gráfico do que a editora publicava. Aos 27 anos de idade, Jim Steranko surgiu como um verdadeiro poço de energia, cheio de autoconfiança e, mais importante, bastante habilidoso. 

Designado para desenhar as histórias de Nick Fury, Agente da S.H.I.E.L.D., que eram publicadas em Strange Tales, Steranko também começou a trabalhar em cima dos esboços de Kirby, como outros artistas. Contudo, logo passou não só a desenhar toda a arte sozinho, como também a roteirizar o título. Na verdade, Steranko foi o primeiro criador a ser completamente responsável por texto e desenhos.

Com o passar das edições, seu trabalho foi se tornando cada vez mais experimental. Só que, em vez de desprezar o que havia feito antes, ele aprimorou as bases estabelecidas por Jack Kirby, somando a seu estilo formas inovadoras de retratar a ação em uma página.

Influenciado pela arte pop e por Salvador Dali, o artista trouxe um dinamismo revigorante ao Universo Marvel, que posteriormente reverberaria em todos os títulos da editora. Ele foi o primeiro de uma nova onda de criadores na empresa, abrindo caminho para nomes como Neal Adams e Barry Windsor-Smith. 

Verdadeiramente original, Steranko é uma figura lendária entre os fãs. Para alguém cuja produção na Marvel não ultrapassa três anos, é quase inacreditável o tanto que seu trabalho se tornou influente. Trocando em miúdos, Steranko mudou a forma como os quadrinhos eram feitos, criando designs icônicos e técnicas inovadoras que inspiram artitas até hoje." - Texto de maco M. Lupoi.




terça-feira, 15 de janeiro de 2019

100 Balas - Vol. 10

100 BALAS - VOLUME 10 de 15
Digitalização e Tratamento: Eudes, Sider the Z/HORDA Inc.

BAIXAR DE 01 a 10, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

Depois de um longo e tenebroso inverno 100 Balas está de volta. E com 226 páginas de muita intriga, morte e, bom, e tudo mais que já estamos acostumados a ver em 100 Balas. 

As maquinações de Graves continuam e os minutemen estão em ação. As casas estão lutando entre si e sobreviverá quem souber como usar os seus peões da melhor forma. 

Além da habitual trama que começou lá atrás, temos também uma trama secundária que envolve um homem chamado Espanha, um garoto atendente do hotel onde ele se hospeda, um traficante e a ex-namorada do garoto. Além de um advogado e um chihuahua chamado Cookie. 

Ademais, Lono volta a trabalhar duro para manter sua fama de mal. Ele está trabalhando pesado em uma reprimenda a uma das casas, e ele gosta do que faz. 

Loop está de volta e Dizzy aparece,mas apenas no final deste volume. Encurralada entre vários dos personagens que já conhecemos, amamos e odiamos.