terça-feira, 20 de novembro de 2018

CGNDC: Crise de Identidade

COLEÇÃO DE GRAPHIC NOVELS DC: CRISE DE IDENTIDADE
Digitalização e Tratamento: Out, The Sider Z/HORDA Inc. 

PARA BAIXAR, VÁ AO MEGA ou MEDIAFIRE

Mais um especial para nosso mês de novembro, o mês do RA. Esta edição não faz parte da coleção que sai em bancas. faz parfte de uma coleção dentro da coleção, e que abordam supersagas, sendo que algumas já temos aqui, em outro formado, como Crise nas Infinitas Terras. 

Crise de Identidade não é uma saga extensa, mas teve muito impacto no universo DC. Em 330 páginas temos a história principal e mais um arcom de quatro partes com o Flash de Wally West. 

Crise de Identidade é uma história contundente. É como se os quadrinhos deixassem de vez a sua infância e entrasse em uma maturidade sem retorno. 

Uma tragédia, o assassinato da esposa do Homem Elástico, Sue Dibny, traz a tona segredos que nunca deveriam ter sido revelados. Wally West encosta o Arqueiro Verde na parede que vai contando algo que ele nunca poderia imaginar. Isso vai mudar tudo sobre a Liga da Justiça. 

Para piorar, os assassinatos não param e, como no caso de Sue, os alvos são as pessoas próximas aos super-heróis, aquelas que só podem ser alvos se quem está atacando-as souberem suas identidades secretas. 

O arco com o Flash é uma reverberação dessas revelações de Crise de Identidade. Wally recebe uma carta do passado, de Barry Allen, contando ainda mais sobre este terrível segredo e como ele continuou afetando drasticamente outras pessoas e cabe agora a Wally resolver este problema. 





Cebolinha - Recuperação

GRAPHIC MSP: CEBOLINHA - RECUPERAÇÃO
Digitalização e Tratamento: Renato PLT/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE EM MEGA ou MEDIAFIRE

A melhor coisa que aconteceu nos quadrinhos nacionais, nos últimos tempos, foram as Graphic MSP e, não apenas pelo fato de histórias mais elaboradas de personagens já conhecidos passarem a fazer parte das nossa leituras, mas, também, por deixar claro que temos ótimos artistas que só precisam mostrar o quanto são bons no que fazem. 

Claro que, para chegar a uma Graphic MSP, eles precisam ser um pouco conhecidos, já publicaram alguma coisa, mas, com a visibilidade da publicação das graphics, seu trabalho se torna mais conhecido. E, quem sabe, esta nova modalidade de histórias da Turma da Mônica faça com que o interesse pelos quadrinhos nacionais em geral, aumente. 

Neste novo volume, temos a estreia do Cebolinha nas Graphic MSP, em uma história solo. O artista Gustavo Borges, que também é responsável pelo roteiro, cria uma história de profunda empatia com seu público. Os planos infalíveis do Cebolinha aqui, tem um outro propósito bem mais importante.

Mesmo tendo um verdadeiro embate com um novo nêmesis, ainda asssim, os plano não são para combatê-lo. Cebolinha nos mostra o quanto temos dentro de nós mesmos quando somos crianças e, mesmo que de formas diferentes e com lembranças diferentes, podemos nos identificar com ele. 

As histórias das Graphics MSP, por serem mais elaboradas são únicas, são mais lapidadas e causam aquele impacto tanto em crianças como em adultos. Elas foram, com certeza, um plano que não falhou. 




sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Eu Odeio o Mundo das Fadas Completo

EU ODEIO O MUNDO DAS FADAS - COMPLETO
Tradução e Letras: A Man Without a Name/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE EM MEGA ou MEDIAFIRE

Esqueça o Justiceiro, Lobo ou mesmo Lula e Bolsonaro. A pessoa mais perigosa do mundo é uma menina chamada Gertrude. Por sorte ela está confinada ao mundo das fadas... pelo menos até que ela consiga achar a chave que a traga de volta para nosso mundo. 

Um dia qualuer, Gertrudes brincava feliz e fez um retórico pedido inocente: queria ser levada a um mundo fantástico cheio de magia e alegria. Para seu azar, seu pedido se realizou imeadiatamente e ela foi parar no Mundo das Fadas. A Rainha da Terra das Fadas, Cloudia, deu-lhe um gua - Larry - e um mapa, para que ela encontrasse a chave mágica. Já se passaram 27 anos. 

Agora uma adulta presa em um corpo de criança, arrastada de um lado para o outro em um mundo do qual ela é prisioneira, pode se imaginar o quão amarga e violenta Gert se tornou. Agora, a doce rainha das fadas, Cloudia, só pensa em uma coisa, sae livrar de Gert, mas, segundo as regras do mundo das fadas, ela não pode matar alguém que foi convidado à sua terra. Mas, nada impede que ela contrate alguém. 

Scottie Young cria a fábula mais absurda de todos os tempos, que crianças terão pesadelos se ao menos pensarem em chegar perto. Divirtam-se ou morram.






terça-feira, 13 de novembro de 2018

X-Men: Magneto Triunfa

X-MEN - MAGNETO TRIUNFA 
Digitalização e Tratamento: Out, The Sider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

Dia 21 deste mês, o Rapadura Açucarada [o blog que deu origem ao Onomatopéia Digital] completará seus 16 anos de existência, que começaram com um blog sem propósito algum, lá na plataforma de blogs do Terra e se tornou esse grande blog sem propósito nenhum aqui no Blogger. 

Para comemorar, este mês vou dar um tempo nos scans que venmho fazendo em série e farei algumas edições especiais para comemorar este mês especial para mim e para todos que colaboram e visitamnossa casa. 

Três dessas edições especiais começa com este volume de 300 páginas dos X-Men na clássica fase de Chris Claremont e John "Fucking" Byrne. As duas edições seguintes serão A Saga da Fênix Negra e Dias de Um Futuro Esquecido, percorrendo as melhores histórias que essa dupla produziu. 

Nesta edição além do confronto habitual com o Mestre do Magnetismo, Magneto, os Filhos do Átomo tem seus primeiros confrontos com a Tropa Alfa, que tem como missão capturar Wolverine e levá-lo de volta ao Canadá. 

Nossos heróis também vão parar na velha Terra Selvagem, entrando em combate com Sauron e encontrando Ka-zar e Zabu, mais uma vez. Além disso, vão enfrentar o insano Arcade com a ajuda do Homem-Aranha.

Quantos aos outros especiais que serão publicados, serão surpresa e nem mesmo eu sei ainda quais são (risadas insanas). 






segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Bastard _ Vol. 01

BASTARD - VOLUME 01
Digitalização e Tratamento: Renato PLT/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

Num reino distante, a guerra contra as forças do mal é constante. Homens malignos e seus monstros são enviados à fortaleza da princesa Sheera, que dependem da proteção do mago pai de Tiara Nort Yoko, uma jovem de 14 anos que pretende se tornar clériga. 

No meio do ataque de Ozbone, quando a fortaleza está para cair, Yoko lembra que seu pai lhe ensinou um encantamento que libertaria uma força superior capaz de ajudá-los numa hora como essas, já que seu pai não estava ali para ajudar. 

Porém, Yoko entende que essa força está dentro de seu irmão de criação, Lucie, e que só pode ser liberdado não apenas com o encantamento, mas com o beijo de uma virgem, ou seja, dela mesma. Vendo que está prestes a ser morta juntamente com o reino, Yoko toma sua decisão e beija Yoko, libertando assim Dark Schneider. 

Dark Schneider é um mago poderoso, porém, maligno e pode ser tão perigoso quanto as forças que atacam o castelo. Para sorte de Yoko, Schneider ainda retém alguma coisa de seu irmão de criação, Lucie Renren e, por gostar dela, a obedece, mesmo que relutantemente. 

Mas, e agora, como controlar alguém tão instável quanto Dark Schneider?




domingo, 11 de novembro de 2018

CGNDC: LJI - Vol. 02

COLEÇÃO DE GRAPHIC NOVEL DC: LIGA DA 
 JUSTIÇA INTERNACIONAL - VOLUME 02 de 02 
Digitalização e Tratamento: Out, The Sider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

"A nova revista Justice League virou Justice League International a partir do número 7 (novembro de 1987). A mudança foi planejada desde o relançamento e reforçava a dinâmica global da equipe. Os heróis da Liga sempre percorreram o mundo, e agora o título da revista refletia aquilo, enfatizando o novo status da equipe como uma divisão da ONU. 

No fim do primeiro ano da publicação, a equipe de criação estava em ótima fase. Os roteiristas Giffen e DeMatteis e os desenhistas Maguire e Gordon produziram uma série de histórias - reunidas neste volume - que construíram a mescla única da revista, juntando super-heroísmo com humor em cima dos personagens. A introdução do hilário Gnort e da excêntrica dupla Fogo e Gelo traria ainda mais comédia para a fórmula dos meses seguintes. 

Apesar de seu tom distinto, Justice League International não deixava de ser o centro de todo o Universo DC. A revista teve um papel crítico na saga Milênio, que envolveu a maioria esmagadora dos personagens da DC, e a união com o Esquadrão Suicida enfatizava o papel único da LJI nas relações internacionais. 

No despertar da Crise nas Infinitas Terras, um novo Universo DC lentamente se desdobrava, e Justice League International contribuiu muito para a ideia de um mundo interconectado, com organizações meta-humanas disputando poder e influência. 

As histórias apresentadas aqui construíram a base para que Justice League International se tornasse uma das revistas favoritas dos fãs. No ano seguinte, a revista passaria a se chamar Justice League of America, e uma derivada, Justice League of Europe, seria lançada com igual sucesso.  




sexta-feira, 9 de novembro de 2018

CGNDEC: LJI - Vol. 01

COLEÇÃO DE GRAPHIC NOVEL DC: LIGA DA 
JUSTIÇA INTERNACIONAL - VOLUME 01 de 02
Digitalização e Tratamento: Out, The Sider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

"Da metade da década de 1980 até o seu final, a indústria de quadrinhos sofreu enormes mudanças. Um número cada vez maior de gibiterias estava cativando um público cada vez mais adulto, e a DC respondia com obras como Batman: O Cavaleiro das Trevas, Watchmen e A Saga do Monstro do Pântano. Ao mesmo tempo, a editora comemorava seu 50o aniversário recomeçando toda sua continuidade do zero, abrindo caminho para versões modernas dos principais personagens e revistas. 

Proibida de utilizar protagonistas como Superman, Flash e Mulher Maravilha, a equipe criativa da nova revista da Liga da Justiça Internacional foi obrigada a se dedicar aos personagens menos conhecidos. Além disso, os roteiristas Keith Giffen e J. M. DeMatteis nadaram contra a corrente da época, de histórias mais sombrias, e partiram para narrativas cheias de humor. 

Os dois se voltaram para o relacionamento entre os membros divergentes da equipe, destacando as rivalidades e os ciúmes. O resultado foi o surgimento de história com o ritmo das melhores séries de humor da TV. 

Kevin Maguire e Al Gordon eram os artistas perfeitos para dar movimento às ideias absurdas dos roteiristas. Em suas mãos, todo gesto ganhava importância, e toda expressão tinha um significado. A arte foi ao encontro das palavras, levando os níveis da comédia ainda mais além. Dob o comando de Giffen, DeMatteis, Maguire e Gordon, Liga da Justiça Internacional é o mais humanos dos dramas dos super-humanos. 

Apesar da abordagem leve, Liga da Justiça Internacional lida com problemas do mundo real, como a proliferação de armas nucleares, por exemplo. A inclusão das Nações Unidas na revista e o foco na política internacional de energia previu a abordage dos quadrinhos que prevaleceu nas décadas seguintes."





quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Jaco

JACO - O PATRULHEIRO GALÁCTICO
Digitalização e Tratamento: Renato PLT/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

Jaco é um guerreiro intergaláctico vem a Terra para tentar evitar um ataque de um guerreiro sayajin, do planeta Vegeta. Porém, antes que possa realizar sua missão ele acaba caindo, com sua nave danificada, nas procximidades de uma ilha onde mora o cientista solitário Omori, que vinha tentando construir uma máquina do tempo.

Como se pode notar, Jaco faz parte do mesmo universo de Dragonball e sua história está ligada a de Goku e isso se mostra mais evidente conforme a história desta HQ de apenas um volume, vai tomando forma.

O mau-humorado Omori resolve tentar ajudar a consertar a espaçonave que, no entanto, precisa de um material muito caro, e jaco tenta saber o que podem fazer para conseguir o dinheiro. 

Jaco, um estranho numa terra estranha, precisa aprender sobre o nosso planeta com uma pessoa, Omori, que não quer mais saber de gente, tanto que mora sozinho em uma ilha. 

A esta dupla estranha se junta uma terceira pessoa, uma menina hiperativa que se diz atriz, e que na verdade está contratada para uma missão muito, mas muito estranha, e que vai levar os dois quase amigos a interferir na mesma. 

No fim da edição temos revelações sobre a origem de Goku, em uma história curta. 





quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Lobo Solitário - Vol. 13

LOBO SOLITÁRIO - VOLUME 13
Digitalização e Tratamento: Out, The Sider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

"Mesmo que as histórias do Lobo Solitário tenham sido originalmente publicadas em capítulos, é curioso notar que, quando reunidas em volumes, parecem possuir um tema em comum. Isto se explica porque é uma tendência natural humana, de sempre agrupar elementos para formar unidades, seja para apreensão, compreensão ou simples apreciação.

Como exemplo observemos que, nesta edição, as histórias abordam com muita sensibilidade, entre tantos outros temas, a solidão e a capacidade de apreciar as coisas belas, mesmo que efêmeras. 

Não só a visão de Itto Ogami, samurai renegado em busca de vingança, sozinho contra um clã inteiro capaz de arregimentar exércitos contra ele, mas também a de seu filho Daigoro e seu crescimento nômade e carente da figura materna e de outras crianças como ele, ou ainda, a conscientização do velho Retsudô Uagyu de que seu objetivo está reduzindo também sua família ao extermínio~. Chamo atenção especial à tocante poesia visual vivenciada por Daigoro no capítulo 67, a perseguir sombras, uma triste alegoria a própria solidão. 

Além dessas histórias, o leitor vai encontrar uma extendsa matéria sobre os Yagyu que de fato existiu, porém não exatamente como mostrada no mangá."





domingo, 4 de novembro de 2018

Lobo Solitário - Vol. 12

LOBO SOLITÁRIO - VOLUME 12
Digitalização e Tratamento: Out, The Sider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

"Acompnhando Itto Ogami em sua jornada de vingança, mais uma vez somos imersos em um universo tão específico quanto universal... a sedução. 

Este volume parece ser dedicado especialmente à figura feminina. Mulheres que, com seus encantos, controlam feudos inteiros, mulheres cuja lascívia garante o pão de todo dia... Às vezes vítimas, às vezes megeras, mas sempre trágicas figuras debatendo-se contra o mundo. 

Agora, imagine o impacto dessas histórias lançadas entre 1972 e 1973, em plena efervescência feminista...

Um dado pode ser interessante acrescentar ao leitor, é que as mulheres foram proibidas de participar das apresentações teatrais em 1629 pelo próprio xogum, devido a incidentes envolvendo atrizes do Kabuki, que na época também se prostituíam, e guerreiros do governo. 

Sob a desculpa de moralizar o entretenimento, a intenção do governo era tornar as apresentações populares menos atraentes aos samurais, que não deveriam mistura-se com outras classes. Essa medida deu origem à tradição do onnagata, os atores de Kabuki especializados em papéis femininos (porém, esta é outra história...). 

O que nos interessa por hora, é saber que os alvos da proibição eram principalmente os espetáculos de Kabuki, o teatro mais popular do período e muito diferente das apresentações mostradas neste volume. O que nos leva a pensar que um espetáculo como o mostrado na abertura deste volume provavelmente não era algo do conhecimento do xogum...

Voltando à história, trata-se da jornada de vingança de um homem que perdeu seu clã, seu ofício e sua família devido a disputas de poder no Japão da Era Edo. Jurado de morte pelo clã Yagyu, que roubou tudo que ele tinha, Itto Ogami e seu filho Daigoro perambulam pelas províncias executando vinganças contratadas, enquanto reúnem informações e fundos para custear uma revanche. 

Neste volume vale também destacar a representação da passagem de tempo revelada não só pela volta do inverno, como pelo amadurecimento do pequeno Daigoro, que passa a participar ativamente das estratégias do pai."