domingo, 10 de junho de 2018

A Saga do Tio Patinhas

A SAGA DO TIO PATINHAS - DON ROSA
Digitalização e Tratamento: Outsider, The Z/HORDA Coins

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

"O escritor de ficção-científica Jack L. Chalker produziu em 1974, o panfleto An Informal Biography of Scrooge McDuck (Uma Biografia Informal de Patinhas McPatinhas) com base nas aventuras publicadas nos primeiros 70 números da revista Uncle Scrooge, o gibi americano do Tio Patinhas. 

A pesquisa foi elaborada com a supervisão de Carl Barks, o Homem dos Patos, criador do personagem. A pouca repercussão do material provavelmente decorreu de sua tiragem reduzida, de apenas 2 mil exemplares, e da distribuição precária. A semente, porém, estava lançada. 

Embora nunca tenha se preocupado em situar cronologicamente as tramas que desenvolveu, Carl Barks espalhou ao longo  delas diversas pistas sobre o passado do pato mais rico do mundo - o que facilitou a tarefa de Chalker. 

Nos anos 1950, para organizar seu próprio trabalho, o Homem dos Patos chegou a compilar o esboço de uma árvore genealógica. Trinta anos mais tarde, o famzineiro sueco Mark Worden transformou esse estudo em imagens, que receberam as tintas de Laron Williams. A árvore dos patos, reproduzida nesta edição, saiu na segunda edição da Carl Barks Checklist, lançada em Estocolmo em 1981. 

Somente no início da década de 1990, depois de receber pedidos dos quatro cantos do planeta, a Disney Company decidiu que o quaquilionário merecia ter suas origens reveladas nos quadrinhos. O Egmont Group, editora que publica os gibis Disney em boa parte da Europa, encampou o projeto. 

Do Argumento até a arte-final, os 12 capítulos que compõem A Saga do Tio Patinhas consumiram dois anos e meio de trabalho árduo. Outros enredos, escritos e desenhados posteriormente, adensaram a narrativa e preencheram uma ou outra lacuna.

A Saga revisita momentos da história dos Estados Unidos e da corrida do ouro na América do Norte, alternando figuras históricas e fictícias. Além disso, há menções de episódios da obra de Carl Barks"





Nenhum comentário: