segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Coleção Marvel Salvat: Surfista Prateado

COLEÇÃO MARVEL SALVAT: SURFISTA PRATEADO - ORIGENS
Digitalização e Tratamento: Outsider Z/HORDA Collections

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

"Há algo no visual do Surfista Prateado que reverbera em nós em um nível bem primitivo. Deveria ser algo ridículo - afinal, ele é um alienígena numa prancha de surfe, mas graças à genilaidade de Jack Kirby  acabou tendo um dos designs mais icônicos que já surgiram na redação Marvel.

Existe uma simplicidade elegante em sua aparênciaque traz ao personagem um senso de nobreza - nobreza esta que Stan Lee não deixou de notar e que influenciou a maneira como ele moldaria a personalidade do herói. 

Após a estréia do Surfista em Fantastic Four #48, os fãs exigiram mais sobre aquele estranho viajante espacial. Nos anos seguintes, ele se tornou um astro recorrente dentro do título, até que, em 1968, finalmente ganhou a sua própria série.

Infelizmente, com Kirby ocupado desenhando tantos outros títulos da Marvel, Lee teve de encontrar um artista diferente para produzir as aventuras da sentinela espacial - e a incumbência ficou a cargo de John Buscema. Mas John não era um mero substituto de Kirby. Ele se apropriou do personagem, criando algumas das páginas mais dinâmicas e arrebatadoras da Marvel dos anos 60. Na verdade, muitos consideram o Surfista Prateado de Buscema como a melhor arte já produzida para uma HQ.

Um ano caído, com as asas cortadas e aprisionado num planeta, incapas de voltar a viajar pela vastidão do espaço, o Surfista surge como uma figura trágica nesta coleção. Suas reflexões sobre a natureza bárbara da humanidade o levam a se lembrar de seus dias em Zenn-La e de como foi forçado a aceitar o papel de arauto para salvar seu verdadeiro amor. 

Dá para sentir a paixão de Stan Lee pelo0 personagem em cada sentença. Há uma poesia natural nos diálogos e monólogos do herói que transcende suas raízes. Mais uma vez, trata-se de Lee rompendo as barreiras do que podia ser publicado numa simples revista em quadrinhos. 

Stan Lee afirmou diversas vezes que, de todos os heróis que criou ao lado de Jack Kirby, o Surfista Prateado era seu favorito. Há uma pureza no personagem que o leva a ajudar os que precisam. Para uma criatura tão poderosa como o Surfista, cujos sentidos foram ampliados pelo poder cósmico, sua meta não é apenas salvar os indivíduos, mas curar toda a raça humana, banir a guerra e sentir as dores em escala global. 

Talvez sejam ideiais elevados, mas, nas próprias palavras de Stan Lee, isso o aproxima de ser a 'quintessência do super-herói'".





Um comentário:

Rafael Galvão disse...

Eu tinha 10 anos quando comecei a ler as histórias do Surfista. Sueus confrontos com Mefisto, a angústia da prisão, tudo isso fez com que ele fosse um dos meus personagens preferidos naqueles dias.

Ainda lembro do dia em que li, na HTV 24, a história "Para salvar a humanidade, que está incluída nesse volume. Foi uma das mais belas e emocionantes histórias que eu tinha lido até então.

A arte de Buscema é incomparável. Como você disse, a paixão pelo personagem era óbvia,e não apenas por parte de Lee.

Obrigado.