terça-feira, 7 de novembro de 2017

DPF - Vols. 03 e 04

DPF: DEPARTAMENTO DE POLÍCIA DA FÍSICA - VOLs 03 e 04
Digitalização e Tratamento: Renato PTL/HORDA Comics

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI e AQUI

"Prevenir e proteger a humanidade do impossível". Em teoria, esta é a razão pela qual alguém se torna agente do Departamente de Polícia da Física. Mas, se o colapso das leis que governam o universo mostrou algo ao mundo, é que teoria e realidade são coisas muito diferentes. 

Para Cícero DeLuca, o DPF foi um jeito de escapar de uma vida sofrendo bullying para um reino virtual governado por nerds. Para Adam Hardy, o DPF foi uma oportunidade para procurar o segredo de seu pai, um cientista revolucionário que arruinou a carreira por contar a verdade sobre o que descobriu. Proteger a humanidade não era a motivação principal de nenhum dos dois. 

Mas talvez os enormes tornados quânticos que assolam o planeta façam com que repensem suas prioridades. o universo está passando por por grandes mudanças, e que Adam e Cícero possam ajudar o DPF a encontrar a causa e revertê-la, não haverá muita humnidade para ser protegida. 

Afinal, o universo tem se despedaçado já há alguns anos, mas agora parece ser o fim. Os tornados quânticos e tempestades gravitacionais são apenas sintomas de uma diomensão colapsando sobre si mesma. 

A esperança da humanidade é o Projeto Audeamus, de Lance Blackwood, última tentativa de abrir uma fenda entre dimensões e restaurar as leis da física em um universo cada vez mais caótico. Mas, para essa tetntaiva desesperada funcionar, Hardy, DeLuca e Rosa Reyes terão que viajar além dos limites do que acreditavam ser possível... e quanto mais longe eles vão, mais começam a suspeitar que talvez as intenções de Blackwood não sejam tão altruístas quanto diz. 

O Projeto Audeamus é tudo que se espera dele? Esta dimensão condenada pode ser salva? Qualquer movimento em falso pode mandar a humanidade direto para a extinção e, no fundo, tudo se reduz a apenas uma tentativa desesperada e impossível. Mas, como dizem no DPF: o impossível é sempre possível. 

Nenhum comentário: