sexta-feira, 31 de julho de 2015

Graphic Novel #01: X-Men

GRAPHIC NOVEL #01 - X-MEN: O CONFLITO DE UMA RAÇA
Digitaliazão e Restauração 2.0 by HORDA Comics


Image and video hosting by TinyPic
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Quando as Graphic Novels começaram a ser lançadas eu era apenas um adolescente ainda. Estava acostumado com as HQs de super-heróis em formatinho e tinha visto pouca coisa diferente disso em minha curta vida de nerd. Quando a Editora Abril lançou aquelas revistas em um formato muito maior e com histórias mais contundentes, eu me senti como alguém bem mais velho do que eu era, mais maduro. Os quadrinhos agora eram coisa de "gente grande". E ainda tinha aquela nomenclatura chique: "graphic novel" que, mais tarde, descobri ter sido cunhada por Will Eisner.

Nos seus 29 números, a Editora Abril procurou colocar o que havia de melhor, não só em quadrinhos de super-heróis, mas de todos os tipos, indo até mesmo para os quadrinhos europeus, que foram cada vez mais publicados quando a série estava chegando perto de terminar. Algumas edições que se tornaram clássicos instantâneos, além dessa que está aqui sendo postada, foram A Morte do Capitâo Marvel, Batman: A Piada Mortal, O Edifício de Will Eisner, e outras tantas.

X-Men: O Conflito de uma Raça é algo incrível, uma HQ sempre atual, com seu tema de racismo e extremismo religioso. O Reverendo William Stryker lidera uma equipe de vigilantes que estão determinados a eliminar os mutantes, a quem consideram inferiores aos humanos. Stryker considera isso uma missão dada pelo próprio Deus. Seu alvo máximo são os X-Men, e a captura destes começa com o Professor Xavier, Cíclope e Tempestade. Agora o restante da equipe precisa salvá-los antes que o pior aconteça.

Neal Adams foi primeiramente cogitado para ilustrar os argumentos de Chris Claremont. Como não pôde, Brent Anderson (que mais tarde desenharia Astro City) foi o escolhido para substítuí-lo. A graphic novel tem uma mensagem poderosa, mesmo que pareça piegas, às vezes. Claremont não pega leve, principalmente quando abre a história com o assassinato de duas crianças mutantes que, talvez pra deixar claro que é um libelo contra o racismo, são negras.

Abaixo temos outras graphics das quais eu já havia feito versões 2.0, mas sem seguir uma cronologia, que agora pretendo manter, refazendo as que faltam. Temos aqui Demolidor: Amor e Guerra, A Morte do Capitão Marvel, Homem-Aranha: Marandi e Batman: A Piada Mortal.

Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic
Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic

Um comentário:

Luizzin JLS disse...

Excelente coleção! Obrigado por compartilhar essas maravilhas...Sds...L