quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Classics Illustrated #01: Moby Dick


CLASSICS ILLUSTRATED #01: MOBY DICK
A Coleção Máxima da Editora Abril

Image and video hosting by TinyPic
Para baixar, clique aqui


Uma das coleções mais admiráveis que a Editora Abril lançou em seus áureos tempo foi a Classics Illustrated. Doze edições (que estarão todas aqui, re-escaneadas) com adaptações de grandes obras literárias, ilustradas por renomados artistas da industria de quadrinhos norte-americana. Para mostrar a que veio, a coleção já começa com um clássico reconhecido por qualque um, pelas mãos de um artista que vinha crescendo desde que ele se juntou a Frank Miller em Elektra Assassina: Bill Sienkiewicz.

Tão diferente quanto seu sobrenome, era a sua arte, que evoluíra bastante desde que ele desenhava personagens secundários como o Cavaleiro da Lua. O que parecia uma arte um tanto quanto tosca, se tornou um primor quando ele passou a pintar as HQs que ilustrava, como a já citada e outra bem conhecida que foi a Graphic Novel do Demolidor, novamente com Frank Miller.

Em Moby Dick, os delírios do Capitão Ahab ganham mais força na arte de Sienkiewicz. Toda a história se torna um único delírio, tanto do capitão, quanto do desenhista e se torna nosso, também. O conto do homem obcecado por vingança contra o monstro marinho que decepou sua perna ganha imagens impressionantes. E este foi apenas o primeiro número.

Infelizmente a Abril não publicou todos os números da coleção americana, e faltaram grandes obras como O Homem Invisisível e o Médico e o Monstro. Mas, estas 12 edições já são uma relíquia sem par.


2 comentários:

Marcos Farias disse...

Eu tenho os scans das edições americanas inéditas. Muito bom.

Yan disse...

Qdo eu era criança eu só tinha dinheiro pra comprar duas revistas, que eram Homem Aranha e a ESC. E a gente morava no interior, mas qdo meu pai viaja, ele sempre trazia um gibi diferente pra mim. Eu ganhei a quadrinização da Cilada para Roger Rabbit, um numero de Videojack, o numero 3 de Skreemer, uma HQ do Fantasma que contava a historia do Fantasma do passado e Fantasma do presente, entre tantos outros gibis. Até que uma vez ele me trouxe os 3 primeiros numeros de Classics Illustrated. Moby Dick, Hamlet e Conde de Monte Cristo. Essa ultima eu achava foda, Hamlet não gostei e Moby Dick foi muito dificil pra mim ler, os desenhos eram muito confusos, abstratos demais. Mas era impossivel ficar indiferente, lembro até hoje de um quadro com o navio do Capitão com duas cabeças de baleia penduradas em cada lado.
Hoje (com 31 anos) eu acho o Sienkiewicz espetacular e esse gibi foi um dos seus grandes trabalhos. Gostaria de ainda ter esses numeros da Classics Illustrated, mas baixarei com certeza.